Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Crítica Literária: "A Catedral do Mar"

por Cátia Reis, em 14.09.13

 Título: “A Catedral do Mar"


 Autor: Ildefonso Falcones


 Editora: Bertrand Editora


 Número de Páginas: 570


 Classificação Pessoal: 7.2/10


Sinopse: "Século XIV. A cidade de Barcelona encontra-se no auge da prosperidade; cresceu até ao humilde bairro dos pescadores, cujos habitantes decidem construir, com o dinheiro de uns e o esforço de outros, o maior templo mariano conhecido: Santa Maria do Mar. Uma construção paralela à desditosa história de Arnau, um servo da terra que foge dos abusos do seu senhor feudal e que se refugia em Barcelona. Daqui se torna cidadão e, assim, num homem livre. O jovem Arnau trabalha como estivador, palafreneiro, soldado e cambista. Uma vida extenuante, sempre à sombra da Catedral do Mar, que o tirará da condição miserável de fugitivo para lhe dar nobreza e riqueza. Mas com esta posição privilegiada chega também a inveja dos seus pares, que tramam uma sórdida conspiração que põe a sua vida nas mãos da Inquisição... Lealdade e vingança, traição e amor, guerra e peste, num mundo marcado pela intolerância religiosa, a ambição material e a segregação social. Um romance absorvente, mas também uma fascinante e ambiciosa recreação das luzes e sombras do mundo feudal."

Opinião Pessoal: Li este livro quando estava no meu 10º ano. Como sou aluna de Humanidades e o meu professor de História A também era um apaixonado por livros, pôs-nos a fazer um trabalho sobre esta obra.
Na altura, custou-me um pouco a lê-lo, porque sempre que me impigem um livro para ler com datas definidas, perco a motivação. No entanto, aos poucos, fui entrando na história e entendendo os conceitos históricos referidos pelo autor, de acordo com a época retratada.

Aconselho-o vivamente a todos os amantes de História, de romances e principalmente para quem adora sentir-se na pele de uma personagem e viver as suas transformações. Este livro permite isso mesmo!