Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Crítica Literária: "Ele Está de Volta"

por Cátia Reis, em 07.06.14

Título: "Ele Está de Volta"


Autor: Timur Vermes


Editora: Lua de Papel


Número de Páginas: 304


Classificação Pessoal: 8.0/10


Sinopse: Berlim, 2011. Adolf Hitler acorda num terreno baldio. Sente uma grande dor de cabeça. O uniforme tresanda a querosene. Olha à sua volta e não encontra Eva Braun. Nem uma cidade em ruínas, nem bombardeiros a riscar os céus. Em vez disso, descobre ruas limpas e organizadas, povoadas de turcos, milhares de turcos. E gente com aparelhos estranhos colados ao ouvido.
Começa assim o surpreendente primeiro romance de Timur Vermes, passado na Alemanha de Angela Merkel, 66 anos depois do fim da guerra. Hitler ganha nova vida. Na sociedade espetáculo, dos reality shows e do YouTube, o renascido Führer é visto como uma estrela, que uma televisão sequiosa de novidades acolhe de braços abertos. A Alemanha da crise, do Euro ameaçado, da austeridade, vê nele um palhaço inofensivo. Mas ele é real, assustadoramente real. E, passo a passo, maquiavelicamente, planeia o seu regresso ao poder - por via da televisão. Sátira ferocíssima a uma sociedade mediatizada, narrado num registo arrepiadoramente fiel ao Mein Kampf, tem tanto de romance político como de crítica de costumes. Afinal, a Alemanha de Merkel, dominadora, obcecada pelo poder e pelo sucesso, está pronta para o receber... e Ele Está de Volta.

Opinião Pessoal: Recebi este livro no meu aniversário e apressei-me a lê-lo. Achei o tema bastante curioso, uma vez que vem apresentar uma ideia completamente radical e diferente daquela que por norma os livros e filmes que remetem à segunda guerra mundial nos mostram: aqui, Hitler é visto por todos como um comediante.
Adorei o desenrolar da história: o tema foi bem conseguido e estava tudo perfeito, até ao final. Desde as primeiras linhas que me questionava como é que o autor iria conseguir pôr termo a esta aventura e a verdade é que me desiludiu por completo. Esperava algo mais complexo, mais trabalhado. Dá a impressão que o autor simplesmente se cansou da história e lhe deu um ponto final...

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.