Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Rubrica | Pensamentos inspiradores (III)

por Cátia Reis, em 24.02.14

Mais uma segunda feira e por isso mesmo mais um post da rubrica "pensamentos inpiradores" com a 3ª parte do post "10 Lições sobre 10 citações que mudaram a minha vida". (podem ver a parte I e II aqui, para perceberem melhor do que se trata e acompanharem tudo direitinho). Hoje trago então mais duas lições que espeor que sejam do vosso agrado, até porque até agora as criticas só tem sido positivas e por isso mesmo  um muito obrigada a voçês leitores que lêem e comentam a rubrica. É muito importante que o façam. 


 


 


5.  Julgas os outros pelas deficiencias que ainda não aceitaste em ti prórprio.


(You judge others for the deficiencies you haven’t yet accepted in yourself.)


 



“Everything that irritates us about others can lead us to a better understanding of ourselves.”  –Carl Gustav Jung



 


Os traços que não gostas nos outros são na maior parte das vezes o reflexo dos traços que não gostas em ti mesmo. Este conceito pode ser dificil de aceitar, e pode até ser irritante de mencionar – especialmente se pensas que estás certo e a outra pessoa está errada e que és melhor do que eles são.


 


 


6.  Tens menos controlo sobre os comportamentos dos outros do que imaginas.


(You have far less control over the behavior of others than you think.)


 



“Never underestimate your power to change yourself; never overestimate your power to change others.”  –Wayne Dyer 



 


Não é engraçado como quanto mais próxima de uma pessoa és maiores são as tua expectativas, e quanto maior são os direitos que pensas que tens de controlar o seu tempo e o seu comportamento? Não deixes o teu mau julgamento tirar a melhor sobre ti, a única coisas que podes controlar são as tuas atitudes em relação a eles e o seu comportamento. Nada mais, nada menos.


 



 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.