Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Como eliminar a negatividade

por Cátia Reis, em 26.10.13

Olá a todos!
Antes de começar, quero agradecer a Cátia por me ter convidado a realizar este post, e já agora quero apresentar-me. Eu sou a Auri do blog Fresh Blueberries e sou apaixonada por maquilhagem, e é um blog pessoal onde podem encontrar de tudo um pouco, mas principalmente temas que abordam a beleza.
Apesar de a minha área profissional ser a maquilhagem hoje venho falar-vos de algo diferente e que tem grande influência nas nossas vidas e ainda mais quando falamos em beleza, pois influencia como nos sentimos por dentro e aquilo que depois transmitimos.
Então pensei em dar-vos algumas dicas de como afastar a negatividade das nossas vidas.


 



 


Quantas vezes dizes a ti mesmo e aos outros "não consigo", "não podes", "não sei", "não tenho sorte", ou mesmo há pessoas que constantemente estão a dizer-te isso. O pensamento negativo é daquelas coisas que é tão contagiosa como uma doença, assim como o medo a negatividade deixa-nos limitados e é por isso que muitas vezes não conseguimos atingir muitas metas.


 


1- Distinguir um conselho negativo de um construtivo.
Temos pessoas na nossa vida que se preocupam connosco e muitas dessas transmitem a sua preocupação de forma negativa. Família e amigos podem opinar acerca dos nossos planos de forma negativa e plantam em nós duvidas e medos, quando dizem "digo-te isto pelo teu bem" ou "talvez tens de pensar melhor" por exemplo. É bom distinguir daquelas pessoas que nos aportam confiança como "força segue em frente". A partir da selecção das pessoas cuja negatividade já conhecemos temos de aprender a guardar as nossas ideias e ambições a 7 chaves.

2- Não depender da opinião dos outros.
Quem é que já não caiu no erro de querer sempre agradar ou ter a aprovação de alguém? Principalmente dos nossos pais que nos exigem por vezes inconscientemente a fazer coisas como eles fazem ou fizeram. E o medo de tentar agradar os pais, namorados, amigos, etc faz-nos pensar que não somos capazes de alcançar as nossas próprias metas e concluir objectivos. Digam "Posso levar esta ideia para a frente sem a necessidade do consentimento dos meus pais, namorado/a, irmão, amigo, etc."

3- Eliminar os nosso próprios pensamentos negativos.
Como Contrariar os pensamentos que temos, ou que os outros depositam em nós da melhor forma é aprender a ver sempre o lado positivo das coisas, "que coisas boas posso encontrar nesta situação?", "o que aprendi de este problema para ser mais forte?", "quais são as coisas boas que tenho na vida?". As  vezes somos nós mesmos as pessoas negativas.


 


4- Estabelecer limites.
Como já disse a negatividade é contagiosa. Há pessoas que gostam de ser assim e não querem mudar e estão no seu direito. Mas ninguém tem o direito de afectar os outros, por isso cabe a nós estabelecer limites com essas pessoas para poder conviver com ela sem nos sentir afectados. Quando alguém não nos faz bem o melhor é afastar-nos, pois em 1º lugar está o nosso bem-estar.


"In order to carry a positive action we must develop here a positive vision"
Dalai Lama

 


Auristela Ferrer.

Como eliminar a negatividade

por Cátia Reis, em 26.10.13

Olá a todos!
Antes de começar, quero agradecer a Cátia por me ter convidado a realizar este post, e já agora quero apresentar-me. Eu sou a Auri do blog Fresh Blueberries e sou apaixonada por maquilhagem, e é um blog pessoal onde podem encontrar de tudo um pouco, mas principalmente temas que abordam a beleza.
Apesar de a minha área profissional ser a maquilhagem hoje venho falar-vos de algo diferente e que tem grande influência nas nossas vidas e ainda mais quando falamos em beleza, pois influencia como nos sentimos por dentro e aquilo que depois transmitimos.
Então pensei em dar-vos algumas dicas de como afastar a negatividade das nossas vidas.


 



 


Quantas vezes dizes a ti mesmo e aos outros "não consigo", "não podes", "não sei", "não tenho sorte", ou mesmo há pessoas que constantemente estão a dizer-te isso. O pensamento negativo é daquelas coisas que é tão contagiosa como uma doença, assim como o medo a negatividade deixa-nos limitados e é por isso que muitas vezes não conseguimos atingir muitas metas.


 


1- Distinguir um conselho negativo de um construtivo.
Temos pessoas na nossa vida que se preocupam connosco e muitas dessas transmitem a sua preocupação de forma negativa. Família e amigos podem opinar acerca dos nossos planos de forma negativa e plantam em nós duvidas e medos, quando dizem "digo-te isto pelo teu bem" ou "talvez tens de pensar melhor" por exemplo. É bom distinguir daquelas pessoas que nos aportam confiança como "força segue em frente". A partir da selecção das pessoas cuja negatividade já conhecemos temos de aprender a guardar as nossas ideias e ambições a 7 chaves.

2- Não depender da opinião dos outros.
Quem é que já não caiu no erro de querer sempre agradar ou ter a aprovação de alguém? Principalmente dos nossos pais que nos exigem por vezes inconscientemente a fazer coisas como eles fazem ou fizeram. E o medo de tentar agradar os pais, namorados, amigos, etc faz-nos pensar que não somos capazes de alcançar as nossas próprias metas e concluir objectivos. Digam "Posso levar esta ideia para a frente sem a necessidade do consentimento dos meus pais, namorado/a, irmão, amigo, etc."

3- Eliminar os nosso próprios pensamentos negativos.
Como Contrariar os pensamentos que temos, ou que os outros depositam em nós da melhor forma é aprender a ver sempre o lado positivo das coisas, "que coisas boas posso encontrar nesta situação?", "o que aprendi de este problema para ser mais forte?", "quais são as coisas boas que tenho na vida?". As  vezes somos nós mesmos as pessoas negativas.


 


4- Estabelecer limites.
Como já disse a negatividade é contagiosa. Há pessoas que gostam de ser assim e não querem mudar e estão no seu direito. Mas ninguém tem o direito de afectar os outros, por isso cabe a nós estabelecer limites com essas pessoas para poder conviver com ela sem nos sentir afectados. Quando alguém não nos faz bem o melhor é afastar-nos, pois em 1º lugar está o nosso bem-estar.


"In order to carry a positive action we must develop here a positive vision"
Dalai Lama

 


Auristela Ferrer.

Desporto: Jiu Jitsu

por Cátia Reis, em 17.09.13

Ultimamente tenho ouvido falar imenso de novas modalidades de desporto, que procuram pessoas com mentalidades abertas e espírito de aventura. No âmbito dos guest posts, resolvi convidar um atleta de Jiu Jitsu para vos vir explicar, geralmente, a história desta modalidade que têm conquistado tantos portugueses. Ele é dono do blog kikasjiujitsu, sendo que caso queiram saber algo mais especifico depois deste post, podem sempre deixar por lá as vossas perguntas ou mesmo acompanhar o percurso dele (provas, combates, experiências...) nesta arte.


 


 



  • Onde nasceu o Jiu Jitsu? Em que consiste este desporto?


 


Segundo alguns historiadores, o Jiu Jitsu ou "arte suave", nasceu na Índia e era praticado por monges budistas. Preocupados com autodefesa, os monges desenvolveram uma técnica baseada nos princípios do equilíbrio, do sistema de articulação do corpo e das alavancas, evitando o uso da força e de armas. Com a expansão do budismo, o Jiu-Jitsu percorreu o Sudeste asiático, a China e, finalmente, chegou ao Japão, onde desenvolveu-se e popularizou-se. A partir do final do século XIX, alguns mestres de Jiu-Jitsu migraram do Japão para outros continentes, vivendo do ensino da arte marcial e das lutas que realizavam. Ficou popularizado no Brasil e mundialmente conhecido pela família Gracie (praticantes desta arte).


 


 



  • Dicas fundamentais para a prática de Jiu-Jitsu (para iniciantes e veteranos):



  1. Têm cuidado com o teu kimono, ou seja, o uniforme que usas para lutar;

  2. Cuida bem do teu corpo, não apenas quando estás a treinar Jiu-Jitsu (uma boa alimentação, abandono de maus hábitos, etc.);

  3. Deixa o teu ego de castigo, pois a academia de Jiu-Jitsu não é o lugar certo para o mesmo (se és uma pessoa forte, prepara-te para seres dominado por pessoas com metade do teu tamanho. Não deixes que isso te frustre, até pelo contrário: encara isso como um óptimo exemplo do que o Jiu-Jitsu pode fazer por ti);

  4. Tenta absorver tudo o que puderes - uma dica é sempre aplicar a cada treino o golpe ensinado pelo professor na aula;

  5. Faz certo, depois faz rápido - aprendeste tudo direito? Agora sim, é hora de começares a fazer mais rápido e também tentar posições mais complexas;

  6. Tenta conhecer bem as pessoas com quem treinas;

  7. Mantêm um ritmo de treino consistente;

  8. Para as meninas que queiram iniciar um percurso nesta arte: por mais intimidante que uma escola de Jiu-Jitsu pareça, por favor, não temam. Gostamos de vos ter na academia, pois acreditamos que esta arte é para todos. A presença feminina, inclusive, faz com que os rapazes comportem-se, o que torna a vida do professor mais fácil e a atmosfera melhor. As mulheres são naturalmente mais flexíveis, mais disciplinadas e têm menos ego do que os homens. No entanto, infelizmente, vais sempre encontrar uns "palhaços doidos" para ganhar-vos a nível de força. Mas isto é fácil de evitar, pois vais conseguir identificá-los rapidamente! Embora o Jiu-Jitsu tenha posições "constrangedoras", o respeito é algo fundamental e sempre presentes nos treinos, sendo que não é comum verem atletas a aproveitar-se das meninas em treinos. Se por acaso isso acontecer, relatem o problema ao vosso professor, pois este toma sempre as devidas providências;

  9. Em casa, repensa o teu treino e tenta sempre lembrar-te do que fizeste certo e errado.


 


Desporto: Jiu Jitsu

por Cátia Reis, em 17.09.13

Ultimamente tenho ouvido falar imenso de novas modalidades de desporto, que procuram pessoas com mentalidades abertas e espírito de aventura. No âmbito dos guest posts, resolvi convidar um atleta de Jiu Jitsu para vos vir explicar, geralmente, a história desta modalidade que têm conquistado tantos portugueses. Ele é dono do blog kikasjiujitsu, sendo que caso queiram saber algo mais especifico depois deste post, podem sempre deixar por lá as vossas perguntas ou mesmo acompanhar o percurso dele (provas, combates, experiências...) nesta arte.


 


 



  • Onde nasceu o Jiu Jitsu? Em que consiste este desporto?


 


Segundo alguns historiadores, o Jiu Jitsu ou "arte suave", nasceu na Índia e era praticado por monges budistas. Preocupados com autodefesa, os monges desenvolveram uma técnica baseada nos princípios do equilíbrio, do sistema de articulação do corpo e das alavancas, evitando o uso da força e de armas. Com a expansão do budismo, o Jiu-Jitsu percorreu o Sudeste asiático, a China e, finalmente, chegou ao Japão, onde desenvolveu-se e popularizou-se. A partir do final do século XIX, alguns mestres de Jiu-Jitsu migraram do Japão para outros continentes, vivendo do ensino da arte marcial e das lutas que realizavam. Ficou popularizado no Brasil e mundialmente conhecido pela família Gracie (praticantes desta arte).


 


 



  • Dicas fundamentais para a prática de Jiu-Jitsu (para iniciantes e veteranos):



  1. Têm cuidado com o teu kimono, ou seja, o uniforme que usas para lutar;

  2. Cuida bem do teu corpo, não apenas quando estás a treinar Jiu-Jitsu (uma boa alimentação, abandono de maus hábitos, etc.);

  3. Deixa o teu ego de castigo, pois a academia de Jiu-Jitsu não é o lugar certo para o mesmo (se és uma pessoa forte, prepara-te para seres dominado por pessoas com metade do teu tamanho. Não deixes que isso te frustre, até pelo contrário: encara isso como um óptimo exemplo do que o Jiu-Jitsu pode fazer por ti);

  4. Tenta absorver tudo o que puderes - uma dica é sempre aplicar a cada treino o golpe ensinado pelo professor na aula;

  5. Faz certo, depois faz rápido - aprendeste tudo direito? Agora sim, é hora de começares a fazer mais rápido e também tentar posições mais complexas;

  6. Tenta conhecer bem as pessoas com quem treinas;

  7. Mantêm um ritmo de treino consistente;

  8. Para as meninas que queiram iniciar um percurso nesta arte: por mais intimidante que uma escola de Jiu-Jitsu pareça, por favor, não temam. Gostamos de vos ter na academia, pois acreditamos que esta arte é para todos. A presença feminina, inclusive, faz com que os rapazes comportem-se, o que torna a vida do professor mais fácil e a atmosfera melhor. As mulheres são naturalmente mais flexíveis, mais disciplinadas e têm menos ego do que os homens. No entanto, infelizmente, vais sempre encontrar uns "palhaços doidos" para ganhar-vos a nível de força. Mas isto é fácil de evitar, pois vais conseguir identificá-los rapidamente! Embora o Jiu-Jitsu tenha posições "constrangedoras", o respeito é algo fundamental e sempre presentes nos treinos, sendo que não é comum verem atletas a aproveitar-se das meninas em treinos. Se por acaso isso acontecer, relatem o problema ao vosso professor, pois este toma sempre as devidas providências;

  9. Em casa, repensa o teu treino e tenta sempre lembrar-te do que fizeste certo e errado.


 


Aplicações fashions para as fashions victims

por Cátia Reis, em 27.08.13

Antes de desenvolver o tema do presente post, deixem-me fazer uma pequena apresentação da minha pessoa. O meu nome é Joana Freitas e possuo um blog, o Moda & Style. Tem 4 anos de idade e já deixou de gatinhar para começar a andar sozinho, portanto. É um blog que fala um pouco de tudo, mas em especial moda.


A convite da Cátia, venho aqui falar acerca de um post mais tecnológico e partilhar com vocês a minha outra paixão, a tecnologia, uma área à qual pretendo possuir formação e aprofundar ainda mais os meus conhecimentos. E como vou partilhar? Falando-vos de algumas aplicações super in e que são indispensáveis para quem quer andar sempre a par de tudo relacionado com a moda.


 



 




Pinterest


Esta é uma rede social que tem vindo a dar cartas e a destacar-se cada vez mais pelo seu conceito pois poderemos fazer painéis com montagens de imagens e peças, permitindo assim partilhar os looks (e não só) que criamos, podendo também inspirar outras pessoas.


 


Instagram
Quem nunca ouviu falar desta rede social? É impossível nunca teres ouvido falar dela, já que é uma das mais badaladas redes sociais, sendo muito usada por celebridades para partilhar pequenos detalhes e momentos do seu dia-a-dia, onde muitas vezes aparecem pequenas sugestões de moda. Aproveita e começa já a vasculhar alguns perfis pois provavelmente os seus outfits estão algures partilhados nos seus perfis!


 


Style.com
Se não abres mão de ver um bom desfile ou novidades vindas diretamente da runway, esta é uma aplicação a não perder! Através dela poderás ver vídeos e fotos relacionadas com as passerelles, bem como às festas e eventos de moda mais cobiçados do mundo vindo diretamente das capitais da moda, tudo isto desde o ano 2000. Uma verdadeira enciclopédia de moda digital!


 


The_Collection
Uma aplicação para o iPad criada pelo New York Times, que tem como finalidade mostrar todas as tendências na área da moda, da beleza, novidades da runway e ainda streetstyle, tudo num só lugar e sem complicações. Totalmente recomendável para instalares no teu tablet!


 


Além destas aplicações, poderás sempre encontrar outras no Windows Phone ou na Google Play, além das aplicações de algumas revistas como a Elle, Cosmopolitan, Interview e Vogue. É só uma questão de pesquisares e veres as aplicações que mais te despertam a atenção. Acredita que em muitos casos poderão ser os teus melhores amigos!

Aplicações fashions para as fashions victims

por Cátia Reis, em 27.08.13

Antes de desenvolver o tema do presente post, deixem-me fazer uma pequena apresentação da minha pessoa. O meu nome é Joana Freitas e possuo um blog, o Moda & Style. Tem 4 anos de idade e já deixou de gatinhar para começar a andar sozinho, portanto. É um blog que fala um pouco de tudo, mas em especial moda.


A convite da Cátia, venho aqui falar acerca de um post mais tecnológico e partilhar com vocês a minha outra paixão, a tecnologia, uma área à qual pretendo possuir formação e aprofundar ainda mais os meus conhecimentos. E como vou partilhar? Falando-vos de algumas aplicações super in e que são indispensáveis para quem quer andar sempre a par de tudo relacionado com a moda.


 



 




Pinterest


Esta é uma rede social que tem vindo a dar cartas e a destacar-se cada vez mais pelo seu conceito pois poderemos fazer painéis com montagens de imagens e peças, permitindo assim partilhar os looks (e não só) que criamos, podendo também inspirar outras pessoas.


 


Instagram
Quem nunca ouviu falar desta rede social? É impossível nunca teres ouvido falar dela, já que é uma das mais badaladas redes sociais, sendo muito usada por celebridades para partilhar pequenos detalhes e momentos do seu dia-a-dia, onde muitas vezes aparecem pequenas sugestões de moda. Aproveita e começa já a vasculhar alguns perfis pois provavelmente os seus outfits estão algures partilhados nos seus perfis!


 


Style.com
Se não abres mão de ver um bom desfile ou novidades vindas diretamente da runway, esta é uma aplicação a não perder! Através dela poderás ver vídeos e fotos relacionadas com as passerelles, bem como às festas e eventos de moda mais cobiçados do mundo vindo diretamente das capitais da moda, tudo isto desde o ano 2000. Uma verdadeira enciclopédia de moda digital!


 


The_Collection
Uma aplicação para o iPad criada pelo New York Times, que tem como finalidade mostrar todas as tendências na área da moda, da beleza, novidades da runway e ainda streetstyle, tudo num só lugar e sem complicações. Totalmente recomendável para instalares no teu tablet!


 


Além destas aplicações, poderás sempre encontrar outras no Windows Phone ou na Google Play, além das aplicações de algumas revistas como a Elle, Cosmopolitan, Interview e Vogue. É só uma questão de pesquisares e veres as aplicações que mais te despertam a atenção. Acredita que em muitos casos poderão ser os teus melhores amigos!