Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Desporto: Jiu Jitsu

por Cátia Reis, em 17.09.13

Ultimamente tenho ouvido falar imenso de novas modalidades de desporto, que procuram pessoas com mentalidades abertas e espírito de aventura. No âmbito dos guest posts, resolvi convidar um atleta de Jiu Jitsu para vos vir explicar, geralmente, a história desta modalidade que têm conquistado tantos portugueses. Ele é dono do blog kikasjiujitsu, sendo que caso queiram saber algo mais especifico depois deste post, podem sempre deixar por lá as vossas perguntas ou mesmo acompanhar o percurso dele (provas, combates, experiências...) nesta arte.


 


 



  • Onde nasceu o Jiu Jitsu? Em que consiste este desporto?


 


Segundo alguns historiadores, o Jiu Jitsu ou "arte suave", nasceu na Índia e era praticado por monges budistas. Preocupados com autodefesa, os monges desenvolveram uma técnica baseada nos princípios do equilíbrio, do sistema de articulação do corpo e das alavancas, evitando o uso da força e de armas. Com a expansão do budismo, o Jiu-Jitsu percorreu o Sudeste asiático, a China e, finalmente, chegou ao Japão, onde desenvolveu-se e popularizou-se. A partir do final do século XIX, alguns mestres de Jiu-Jitsu migraram do Japão para outros continentes, vivendo do ensino da arte marcial e das lutas que realizavam. Ficou popularizado no Brasil e mundialmente conhecido pela família Gracie (praticantes desta arte).


 


 



  • Dicas fundamentais para a prática de Jiu-Jitsu (para iniciantes e veteranos):



  1. Têm cuidado com o teu kimono, ou seja, o uniforme que usas para lutar;

  2. Cuida bem do teu corpo, não apenas quando estás a treinar Jiu-Jitsu (uma boa alimentação, abandono de maus hábitos, etc.);

  3. Deixa o teu ego de castigo, pois a academia de Jiu-Jitsu não é o lugar certo para o mesmo (se és uma pessoa forte, prepara-te para seres dominado por pessoas com metade do teu tamanho. Não deixes que isso te frustre, até pelo contrário: encara isso como um óptimo exemplo do que o Jiu-Jitsu pode fazer por ti);

  4. Tenta absorver tudo o que puderes - uma dica é sempre aplicar a cada treino o golpe ensinado pelo professor na aula;

  5. Faz certo, depois faz rápido - aprendeste tudo direito? Agora sim, é hora de começares a fazer mais rápido e também tentar posições mais complexas;

  6. Tenta conhecer bem as pessoas com quem treinas;

  7. Mantêm um ritmo de treino consistente;

  8. Para as meninas que queiram iniciar um percurso nesta arte: por mais intimidante que uma escola de Jiu-Jitsu pareça, por favor, não temam. Gostamos de vos ter na academia, pois acreditamos que esta arte é para todos. A presença feminina, inclusive, faz com que os rapazes comportem-se, o que torna a vida do professor mais fácil e a atmosfera melhor. As mulheres são naturalmente mais flexíveis, mais disciplinadas e têm menos ego do que os homens. No entanto, infelizmente, vais sempre encontrar uns "palhaços doidos" para ganhar-vos a nível de força. Mas isto é fácil de evitar, pois vais conseguir identificá-los rapidamente! Embora o Jiu-Jitsu tenha posições "constrangedoras", o respeito é algo fundamental e sempre presentes nos treinos, sendo que não é comum verem atletas a aproveitar-se das meninas em treinos. Se por acaso isso acontecer, relatem o problema ao vosso professor, pois este toma sempre as devidas providências;

  9. Em casa, repensa o teu treino e tenta sempre lembrar-te do que fizeste certo e errado.


 


Desporto: Jiu Jitsu

por Cátia Reis, em 17.09.13

Ultimamente tenho ouvido falar imenso de novas modalidades de desporto, que procuram pessoas com mentalidades abertas e espírito de aventura. No âmbito dos guest posts, resolvi convidar um atleta de Jiu Jitsu para vos vir explicar, geralmente, a história desta modalidade que têm conquistado tantos portugueses. Ele é dono do blog kikasjiujitsu, sendo que caso queiram saber algo mais especifico depois deste post, podem sempre deixar por lá as vossas perguntas ou mesmo acompanhar o percurso dele (provas, combates, experiências...) nesta arte.


 


 



  • Onde nasceu o Jiu Jitsu? Em que consiste este desporto?


 


Segundo alguns historiadores, o Jiu Jitsu ou "arte suave", nasceu na Índia e era praticado por monges budistas. Preocupados com autodefesa, os monges desenvolveram uma técnica baseada nos princípios do equilíbrio, do sistema de articulação do corpo e das alavancas, evitando o uso da força e de armas. Com a expansão do budismo, o Jiu-Jitsu percorreu o Sudeste asiático, a China e, finalmente, chegou ao Japão, onde desenvolveu-se e popularizou-se. A partir do final do século XIX, alguns mestres de Jiu-Jitsu migraram do Japão para outros continentes, vivendo do ensino da arte marcial e das lutas que realizavam. Ficou popularizado no Brasil e mundialmente conhecido pela família Gracie (praticantes desta arte).


 


 



  • Dicas fundamentais para a prática de Jiu-Jitsu (para iniciantes e veteranos):



  1. Têm cuidado com o teu kimono, ou seja, o uniforme que usas para lutar;

  2. Cuida bem do teu corpo, não apenas quando estás a treinar Jiu-Jitsu (uma boa alimentação, abandono de maus hábitos, etc.);

  3. Deixa o teu ego de castigo, pois a academia de Jiu-Jitsu não é o lugar certo para o mesmo (se és uma pessoa forte, prepara-te para seres dominado por pessoas com metade do teu tamanho. Não deixes que isso te frustre, até pelo contrário: encara isso como um óptimo exemplo do que o Jiu-Jitsu pode fazer por ti);

  4. Tenta absorver tudo o que puderes - uma dica é sempre aplicar a cada treino o golpe ensinado pelo professor na aula;

  5. Faz certo, depois faz rápido - aprendeste tudo direito? Agora sim, é hora de começares a fazer mais rápido e também tentar posições mais complexas;

  6. Tenta conhecer bem as pessoas com quem treinas;

  7. Mantêm um ritmo de treino consistente;

  8. Para as meninas que queiram iniciar um percurso nesta arte: por mais intimidante que uma escola de Jiu-Jitsu pareça, por favor, não temam. Gostamos de vos ter na academia, pois acreditamos que esta arte é para todos. A presença feminina, inclusive, faz com que os rapazes comportem-se, o que torna a vida do professor mais fácil e a atmosfera melhor. As mulheres são naturalmente mais flexíveis, mais disciplinadas e têm menos ego do que os homens. No entanto, infelizmente, vais sempre encontrar uns "palhaços doidos" para ganhar-vos a nível de força. Mas isto é fácil de evitar, pois vais conseguir identificá-los rapidamente! Embora o Jiu-Jitsu tenha posições "constrangedoras", o respeito é algo fundamental e sempre presentes nos treinos, sendo que não é comum verem atletas a aproveitar-se das meninas em treinos. Se por acaso isso acontecer, relatem o problema ao vosso professor, pois este toma sempre as devidas providências;

  9. Em casa, repensa o teu treino e tenta sempre lembrar-te do que fizeste certo e errado.