Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A bebida da moda: os sumos detox

por Cátia Reis, em 31.10.14

Os sumos detox são a grande bebida da moda! Os famosos usam e abusam das mais variadas receitas e publicitam inúmeras marcas que lhes fornecem estas bebidas...mas, afinal de contas, o que são os sumos detox?


o-DETOX-facebook.jpg


Os sumos detox são bebidas cujos ingredientes são vegetais crus - para que não ocorra a perda de alguns elementos nutricionais mais sensíveis na água para cozer, por exemplo. Permitem eliminar toxinas ou outros elementos desagradáveis do organismo de forma eficiente. São ricos em água, fibras e ajudam o bom funcionamento de inúmeros órgãos do nosso corpo, tais como os rins, intestinos e fígado (entre outros). Estes sumos são perfeitos para servirem de alternativa para quem não consome a quantidade recomendada de vegetais e frutas diariamente. São deveras práticos, cómodos e saborosos, para além dos seus contributos nutricionais! 


 


É preciso salientar que estes sumos funcionais não dispensam a importância de uma alimentação saudável e equilibrada, sendo que não devem de ser adoptados como substituto de refeição de forma continuada e prolongada. Por exemplo, quando iniciei o ginásio e como tenho aulas no regime nocturno, optei por começar a consumir um sumo diário com frango, peixe ou peru grelhados ao jantar. 


 


Sendo assim, deixo-vos aqui a minha receita da semana, sendo que eu vou variando os ingredientes e adicionando novos, consoante o meu gosto. Por experiência própria, aconselho-vos a reunir várias receitas e, depois de algumas experiências, criarem uma ao vosso gosto.


 


Ingredientes:



  • 2 maçãs;

  • 3 cenouras médias;

  • Hortelã q.b.;

  • 500 ml de água (preferencialmente gelada);

  • 2 colheres de sementes de chia;

  • 2 kiwis.


 


Basta colocar tudo num recipiente e triturar muito bem até ter uma consistência liquida. Bom apetite!


 

A bebida da moda: os sumos detox

por Cátia Reis, em 31.10.14

Os sumos detox são a grande bebida da moda! Os famosos usam e abusam das mais variadas receitas e publicitam inúmeras marcas que lhes fornecem estas bebidas...mas, afinal de contas, o que são os sumos detox?


o-DETOX-facebook.jpg


Os sumos detox são bebidas cujos ingredientes são vegetais crus - para que não ocorra a perda de alguns elementos nutricionais mais sensíveis na água para cozer, por exemplo. Permitem eliminar toxinas ou outros elementos desagradáveis do organismo de forma eficiente. São ricos em água, fibras e ajudam o bom funcionamento de inúmeros órgãos do nosso corpo, tais como os rins, intestinos e fígado (entre outros). Estes sumos são perfeitos para servirem de alternativa para quem não consome a quantidade recomendada de vegetais e frutas diariamente. São deveras práticos, cómodos e saborosos, para além dos seus contributos nutricionais! 


 


É preciso salientar que estes sumos funcionais não dispensam a importância de uma alimentação saudável e equilibrada, sendo que não devem de ser adoptados como substituto de refeição de forma continuada e prolongada. Por exemplo, quando iniciei o ginásio e como tenho aulas no regime nocturno, optei por começar a consumir um sumo diário com frango, peixe ou peru grelhados ao jantar. 


 


Sendo assim, deixo-vos aqui a minha receita da semana, sendo que eu vou variando os ingredientes e adicionando novos, consoante o meu gosto. Por experiência própria, aconselho-vos a reunir várias receitas e, depois de algumas experiências, criarem uma ao vosso gosto.


 


Ingredientes:



  • 2 maçãs;

  • 3 cenouras médias;

  • Hortelã q.b.;

  • 500 ml de água (preferencialmente gelada);

  • 2 colheres de sementes de chia;

  • 2 kiwis.


 


Basta colocar tudo num recipiente e triturar muito bem até ter uma consistência liquida. Bom apetite!


 

Benefícios de comer romã

por Cátia Reis, em 05.09.14

Um dos frutos mais aguardados e apreciados na próxima estação é a romã. A minha avó, quando eu era pequena, dizia-me que a romã simbolizava sorte na vida e muito amor. Tirando estas "piadas populares"R, a verdade é que a romã é composta por várias vitaminas, como as B - que ajudam a circulação sanguínea -, as A - auxiliam a visão e deixam a pele mais brilhante e bonita - e as C - melhoram a saúde cardiológica. É recomendado ingerir cerca de 2 romãs por dia, porque nada em exagero é bom para a digestão. Sendo assim, eu deixo-vos aqui uma lista que vai convencer-vos a comerem romãs com mais regularidade:


 



  1. A romã possui efeitos anti-envelhecimento;

  2. Protege os rins de danos e protege-os contra substâncias tóxicas inseridas no organismo;

  3. Ajuda na diminuição dos níveis de colesterol;

  4. Previne doenças como diabetes, obesidade, hipertensão, entre outras, por ser uma óptima antioxidante;

  5. Fortalece o sistema imunológico, prevenindo assim o surgir de gripes e pneumonias, entre outras doenças;

  6. Reduz os efeitos de placas bacterianas e protegem a nossa boca de determinadas doenças.


 


Para além desta lista, existem muitos outros benefícios derivados da ingestão desta fruta em particular. Aproveitem para a saborear durante a próxima estação, depois desta lista não tem argumentos nem desculpas para não o fazer!

Benefícios de comer romã

por Cátia Reis, em 05.09.14

Um dos frutos mais aguardados e apreciados na próxima estação é a romã. A minha avó, quando eu era pequena, dizia-me que a romã simbolizava sorte na vida e muito amor. Tirando estas "piadas populares"R, a verdade é que a romã é composta por várias vitaminas, como as B - que ajudam a circulação sanguínea -, as A - auxiliam a visão e deixam a pele mais brilhante e bonita - e as C - melhoram a saúde cardiológica. É recomendado ingerir cerca de 2 romãs por dia, porque nada em exagero é bom para a digestão. Sendo assim, eu deixo-vos aqui uma lista que vai convencer-vos a comerem romãs com mais regularidade:


 



  1. A romã possui efeitos anti-envelhecimento;

  2. Protege os rins de danos e protege-os contra substâncias tóxicas inseridas no organismo;

  3. Ajuda na diminuição dos níveis de colesterol;

  4. Previne doenças como diabetes, obesidade, hipertensão, entre outras, por ser uma óptima antioxidante;

  5. Fortalece o sistema imunológico, prevenindo assim o surgir de gripes e pneumonias, entre outras doenças;

  6. Reduz os efeitos de placas bacterianas e protegem a nossa boca de determinadas doenças.


 


Para além desta lista, existem muitos outros benefícios derivados da ingestão desta fruta em particular. Aproveitem para a saborear durante a próxima estação, depois desta lista não tem argumentos nem desculpas para não o fazer!

Lanches/Snacks saudáveis

por Cátia Reis, em 11.06.14

 


Para qualquer plano de alimentação ser bem sucedido, é importante não ficar horas seguidas sem comer algo. Quando passas demasiadas horas sem comer acabas por devorar a refeição seguinte, ou seja, acabas por ingerir comida em excesso. A solução passa por fazeres pequenos lanches (um ou dois) entre as refeições principais, pois estes fornecem-te as energias e nutrientes que precisas. O importante é pensares no que vais comer: opta sempre por fazeres escolhas nutritivas, saudáveis e deliciosas! Se forem como eu, especialmente quando estou a estudar, adoro ter sempre algo à mão para comer; o problema é que, no passado, optava por tudo o que tivesse chocolate e, consequentemente, uma carrada de calorias. Com o início do segundo semestre (em meados de Fevereiro) a minha balança acusava os indesejados quilos a mais e decidi optar por uma alimentação mais rica em frutas, carnes brancas e sem três coisas que ingeria com alguma regularidade: bebidas com gás e alcoólicas (festas de universidade, quem me culpa?), chocolate e batatas fritas. Sendo assim, não podia ficar sem comer os pequenos lanches e snacks, então fiz uma pesquisa criteriosa pela internet e encontrei algumas sugestões bastante práticas e amigas da balança. Sendo assim, partilho convosco as minhas opções preferidas:




  1. Maçã assada no microondas, polvilhada com canela e sementes de linhaça;

  2. Sandes de pão integral com uma fatia de queijo, alface e tomate;

  3. Iogurte natural com cereais de fibra;

  4. Bolachas de arroz com sal;

  5. Tremoços;

  6. Palitos de cenoura;

  7. Fruta, muita fruta fresca - adoro particularmente melancia, pois esta é rica em água.



Estamos a caminho de Verão e nunca é tarde de mais começar uma dieta mais saudável e equilibrada e, obviamente, sem esquecer a prática regular de exercício  físico! É importante, no intervalo das refeições principais, ingerir água e/ou chás ao vosso gosto! Com as temperaturas altas que se avizinham, é importante estar hidratado.

Lanches/Snacks saudáveis

por Cátia Reis, em 11.06.14

 


Para qualquer plano de alimentação ser bem sucedido, é importante não ficar horas seguidas sem comer algo. Quando passas demasiadas horas sem comer acabas por devorar a refeição seguinte, ou seja, acabas por ingerir comida em excesso. A solução passa por fazeres pequenos lanches (um ou dois) entre as refeições principais, pois estes fornecem-te as energias e nutrientes que precisas. O importante é pensares no que vais comer: opta sempre por fazeres escolhas nutritivas, saudáveis e deliciosas! Se forem como eu, especialmente quando estou a estudar, adoro ter sempre algo à mão para comer; o problema é que, no passado, optava por tudo o que tivesse chocolate e, consequentemente, uma carrada de calorias. Com o início do segundo semestre (em meados de Fevereiro) a minha balança acusava os indesejados quilos a mais e decidi optar por uma alimentação mais rica em frutas, carnes brancas e sem três coisas que ingeria com alguma regularidade: bebidas com gás e alcoólicas (festas de universidade, quem me culpa?), chocolate e batatas fritas. Sendo assim, não podia ficar sem comer os pequenos lanches e snacks, então fiz uma pesquisa criteriosa pela internet e encontrei algumas sugestões bastante práticas e amigas da balança. Sendo assim, partilho convosco as minhas opções preferidas:




  1. Maçã assada no microondas, polvilhada com canela e sementes de linhaça;

  2. Sandes de pão integral com uma fatia de queijo, alface e tomate;

  3. Iogurte natural com cereais de fibra;

  4. Bolachas de arroz com sal;

  5. Tremoços;

  6. Palitos de cenoura;

  7. Fruta, muita fruta fresca - adoro particularmente melancia, pois esta é rica em água.



Estamos a caminho de Verão e nunca é tarde de mais começar uma dieta mais saudável e equilibrada e, obviamente, sem esquecer a prática regular de exercício  físico! É importante, no intervalo das refeições principais, ingerir água e/ou chás ao vosso gosto! Com as temperaturas altas que se avizinham, é importante estar hidratado.

Emagrecer com saúde

por Cátia Reis, em 16.04.14



 


Com o Verão e, consequentemente, as temperaturas altas à porta, é normal sentir-se aquela preocupação típica de perder uns quilinhos antes da estreia do biquíni na praia ou das roupas mais reduzidas. Uma preocupação perfeitamente normal, até eu confesso que a tenho, desde que seja feita com os devidos cuidados e com tempo. Emagrecer não é sinónimo de deixar de comer ou de comer em pouquíssima quantidade. Emagrecer deve de ser uma combinação entre uma alimentação adequada com desporto físico, sempre! Eu sei que esta combinação desagrada a alguns, por não trazer resultados imediatos, mas com força de vontade e muita dedicação os resultados vão surgir e serão perfeitos, garanto! Para vos ajudar, deixo-vos aqui algumas dicas que apliquei escrupulosamente no meu quotidiano e que me têm ajudado imenso a alcançar o corpo com que sempre sonhei.


 




  1. Estipula horários para as refeições;



  2. Bebe muita água e evita os sumos com gás;



  3. Não excluas de um dia para o outro algum alimento/prato que tu desejes imenso: opta por o comer em doses moderadas (por exemplo, eu adoro uma boa francesinha, então estipulei que apenas como uma de quinze em quinze dias);



  4. Encontra uma distracção ou um hobby que te faça evitar petiscar;



  5. Substituí aquele doce diário por uma peça de fruta ao teu gosto;



  6. Não contes a ninguém que estás a fazer dieta: as pessoas têm tendência a gostar de sabotar os teus objectivos;



  7. Não deixes de tomar o pequeno-almoço, que é a refeição mais importante do dia!;



  8. Faz caminhadas e pratica muito exercício físico;



  9. Nada de medicamentos que dizem ajudar a emagrecer ou as famosas dietas das celebridades;



  10. Não te peses diariamente, mas sim de 15 em 15 dias, para evitares sentir ansiedade.



 


Dicas fáceis de seguir, não acham? Este é o meu TOP 10, sendo que agradecia que se conhecessem mais alguma dica, que partilhassem comigo!


Para quem começou ou já começou um projecto verão, desejo boa sorte e que a força de vontade nunca desapareça até os objectivos serem alcançados!


 


 

Emagrecer com saúde

por Cátia Reis, em 16.04.14



 


Com o Verão e, consequentemente, as temperaturas altas à porta, é normal sentir-se aquela preocupação típica de perder uns quilinhos antes da estreia do biquíni na praia ou das roupas mais reduzidas. Uma preocupação perfeitamente normal, até eu confesso que a tenho, desde que seja feita com os devidos cuidados e com tempo. Emagrecer não é sinónimo de deixar de comer ou de comer em pouquíssima quantidade. Emagrecer deve de ser uma combinação entre uma alimentação adequada com desporto físico, sempre! Eu sei que esta combinação desagrada a alguns, por não trazer resultados imediatos, mas com força de vontade e muita dedicação os resultados vão surgir e serão perfeitos, garanto! Para vos ajudar, deixo-vos aqui algumas dicas que apliquei escrupulosamente no meu quotidiano e que me têm ajudado imenso a alcançar o corpo com que sempre sonhei.


 




  1. Estipula horários para as refeições;



  2. Bebe muita água e evita os sumos com gás;



  3. Não excluas de um dia para o outro algum alimento/prato que tu desejes imenso: opta por o comer em doses moderadas (por exemplo, eu adoro uma boa francesinha, então estipulei que apenas como uma de quinze em quinze dias);



  4. Encontra uma distracção ou um hobby que te faça evitar petiscar;



  5. Substituí aquele doce diário por uma peça de fruta ao teu gosto;



  6. Não contes a ninguém que estás a fazer dieta: as pessoas têm tendência a gostar de sabotar os teus objectivos;



  7. Não deixes de tomar o pequeno-almoço, que é a refeição mais importante do dia!;



  8. Faz caminhadas e pratica muito exercício físico;



  9. Nada de medicamentos que dizem ajudar a emagrecer ou as famosas dietas das celebridades;



  10. Não te peses diariamente, mas sim de 15 em 15 dias, para evitares sentir ansiedade.



 


Dicas fáceis de seguir, não acham? Este é o meu TOP 10, sendo que agradecia que se conhecessem mais alguma dica, que partilhassem comigo!


Para quem começou ou já começou um projecto verão, desejo boa sorte e que a força de vontade nunca desapareça até os objectivos serem alcançados!


 


 

Unhas saudáveis e fortes

por Cátia Reis, em 19.11.13





Ter unhas apresentáveis é um símbolo de feminilidade e tranquilidade. Hoje em dia vê-se cada vez mais a utilização das famosas unhas de gel, acrílico, postiças e mesmo as intituladas unhas de gelinho. Existem alguns modelos agradáveis à vista, mas para aquelas que gostam de unhas naturais, existe um conjunto de regras a manter e seguir para ter umas mãos bem apresentáveis, com unhas fortes, longas e com um aspecto saudável. Ficam aqui as minhas dicas, que sigo religiosamente à anos e que me dão as unhas amorosas que tenho e adoro! Com isto, já não tens desculpas para te queixares da falta de estética das tuas mãos!






  1. Usa uma base fortalecedora, com preferencial destaque para aquelas que contêm vitaminas E e B5 na sua composição. Recomendo a utilização antes de usar o verniz de cor ou então, pelo menos, usem a base duas vezes por mês.

  2. Alimenta-te bem, com especial destaque para os alimentos ricos em cálcio, zinco e magnésio. Come mais cereais, integrais, carnes magras e feijão, por exemplo.

  3. Proibido roer as unhas! Vicio horrível, especialmente quando é feito em público (a sério, apetece-me bater nas pessoas que fazem isso em espaços comuns e depois ainda cospem a unha roída no chão) e provoca traumas ao crescimento da unha. Experimenta arranjar e pintar as unhas mais vezes, porque vais ficar com dó de estragares o esmalte e vais acabar por deixar de lado este hábito.

  4. Deixa as unhas respirarem: por exemplo, eu costumo pintar as unhas uma vez por semana, ao sábado à noite. De manhã opto por retirar o verniz e deixar as unhas respirarem durante o dia. Assim aproveito para ver se tenho alguma unha manchada ou com alguma micose, pois estas ficam escondidas quando se pinta constantemente.

  5. Usa removedor, não acetona, pois a segunda contêm químicos fortes que desidratam as unhas.

  6. Usa luvas nas tarefas domésticas que implicam o uso de produtos de limpeza. Estes contêm químicos fortes que prejudicam não só as unhas, como a pele das mãos.

  7. Não retires as cutículas, pois estas são uma protecção natural da unha. Se sentes que as unhas andam fracas ou quebradiças, dá um descanso ao alicate e deixa a unha recuperar-se!

Unhas saudáveis e fortes

por Cátia Reis, em 19.11.13





Ter unhas apresentáveis é um símbolo de feminilidade e tranquilidade. Hoje em dia vê-se cada vez mais a utilização das famosas unhas de gel, acrílico, postiças e mesmo as intituladas unhas de gelinho. Existem alguns modelos agradáveis à vista, mas para aquelas que gostam de unhas naturais, existe um conjunto de regras a manter e seguir para ter umas mãos bem apresentáveis, com unhas fortes, longas e com um aspecto saudável. Ficam aqui as minhas dicas, que sigo religiosamente à anos e que me dão as unhas amorosas que tenho e adoro! Com isto, já não tens desculpas para te queixares da falta de estética das tuas mãos!






  1. Usa uma base fortalecedora, com preferencial destaque para aquelas que contêm vitaminas E e B5 na sua composição. Recomendo a utilização antes de usar o verniz de cor ou então, pelo menos, usem a base duas vezes por mês.

  2. Alimenta-te bem, com especial destaque para os alimentos ricos em cálcio, zinco e magnésio. Come mais cereais, integrais, carnes magras e feijão, por exemplo.

  3. Proibido roer as unhas! Vicio horrível, especialmente quando é feito em público (a sério, apetece-me bater nas pessoas que fazem isso em espaços comuns e depois ainda cospem a unha roída no chão) e provoca traumas ao crescimento da unha. Experimenta arranjar e pintar as unhas mais vezes, porque vais ficar com dó de estragares o esmalte e vais acabar por deixar de lado este hábito.

  4. Deixa as unhas respirarem: por exemplo, eu costumo pintar as unhas uma vez por semana, ao sábado à noite. De manhã opto por retirar o verniz e deixar as unhas respirarem durante o dia. Assim aproveito para ver se tenho alguma unha manchada ou com alguma micose, pois estas ficam escondidas quando se pinta constantemente.

  5. Usa removedor, não acetona, pois a segunda contêm químicos fortes que desidratam as unhas.

  6. Usa luvas nas tarefas domésticas que implicam o uso de produtos de limpeza. Estes contêm químicos fortes que prejudicam não só as unhas, como a pele das mãos.

  7. Não retires as cutículas, pois estas são uma protecção natural da unha. Se sentes que as unhas andam fracas ou quebradiças, dá um descanso ao alicate e deixa a unha recuperar-se!